top of page
  • Foto do escritorRebeca Domingos

Vida de Bigger: Rebeca Domingos

No artigo desta semana, Rebeca Domingos, Analista de Desenvolvimento, compartilha um pouco de sua jornada de vida, os motivos que a fizeram escolher a carreira que trilha hoje e como chegou até a BigDataCorp. Além disso, nos conta como foi a experiência de trabalhar de forma 100% remota sendo estagiária na Big, e como isso impacta seu dia a dia até hoje, como colaboradora efetiva da empresa. Boa leitura!



--------------------------------



Oi galera! Me chamo Rebeca, tenho 23 anos, sou mineirinha e atualmente integro o time de Billing e Monetização dentro dos Serviços de Base da empresa. Hoje vim falar com vocês sobre um pouco da minha trajetória e como a forma de trabalho da Big influência no meu dia a dia. Vamos lá? 🙂


Bom, sempre fui uma criança muito curiosa e que gostava de ir para a escola (sim, eu chorava se eu perdia um dia de aula rsrs). Sempre adorei estudar e conhecer coisas novas, por isso, desde novinha já sabia que iria cursar alguma faculdade e continuar aprendendo. Fiz o ensino médio técnico em eletrotécnica, então eu tinha uma ideia que queria cursar engenharia. Mas qual? Era uma grande questão.


Essa indecisão me levou a entrar em três cursos diferentes antes de conhecer a computação: bacharelado em ciência e tecnologia, engenharia aeronáutica e engenharia civil. Porém, não me encontrei em nenhum deles, o que infelizmente me gerava um sentimento de frustração cada vez que eu trocava de curso. Mas quando entrei em engenharia da computação meus olhos brilharam. A possibilidade de poder trabalhar com desenvolvimento, inteligência artificial, internet das coisas e até mesmo eletrônica me animou muito, entretanto, o curso foi um grande desafio.


Entrei em uma turma onde, dos 35 alunos, apenas 5 eram mulheres, então não foi fácil lidar com essa diferença. Até hoje percebemos que a área de tecnologia é composta majoritariamente por homens, mas as mulheres, aos poucos, vêm ganhando espaço. Além disso, cursei 4 períodos de forma remota por conta da pandemia da COVID-19, o que acabou atrapalhando meu aprendizado, assim como causou impactos na minha saúde mental.


Quando os riscos e a pandemia foram se amenizando, decidi que era a hora de encontrar um estágio. Já tinha estagiado anteriormente em uma empresa da minha cidade, mas não era na área de desenvolvimento que eu queria, então comecei a procurar no Linkedin, grupos de empregos e anúncios na faculdade. Até que, entre várias candidaturas, a BigDataCorp me chamou para dar continuidade no processo de estágio, e a tão aguardada notícia chegou: Eu passei!!


Não somente eu, mas toda a minha família e amigos ficaram super contentes! Para eles era uma novidade “trabalhar sem sair de casa? Como assim?”, “horário flexível? Como funciona isso?”. Pois é, demorou um tempo para que meus pais se acostumassem com a ideia de que trabalhar em casa não significa estar disponível para ir à padaria ou lavar a louça em qualquer horário.


O trabalho remoto me possibilitou oportunidades que, em minha cidade, eu não conseguiria. Moro no interior de Minas Gerais, onde o forte é o turismo, o comércio e a produção agropecuária. Onde moro, não existem muitas oportunidades de emprego na área de tecnologia e desenvolvimento, então, se não fosse pelo trabalho remoto, eu teria que me mudar para grandes metrópoles se quisesse crescer em minha carreira profissional. Porém, por conta do modelo de trabalho da Big, hoje posso atuar em uma super empresa, na área que eu amo, sem sair de casa, sem deixar meus pais e minha cidade linda que tanto adoro!


No começo é bastante desafiador , definir limites e organizar o tempo. Mas nada que um pouco de esforço, pesquisa e rotina não possam ajudar, né? É preciso aprender a dividir sua vida pessoal da vida profissional, ainda mais se o seu local de trabalho é o mesmo local de descanso. Acredito que esse seja o maior desafio do home office e do horário flexível: estabelecer limites e ser organizado. Mas tudo na vida tem seus obstáculos e desafios , não é mesmo? E para mim é muito melhor me adaptar, organizar minha vida e rotina para dar o meu melhor em um emprego que me dá a oportunidade de trabalhar de onde eu quiser, do que, por exemplo, precisar pegar horas de transporte público.


Enfim, para mim a forma de trabalho da Big é excelente e me proporciona muitos benefícios e equilíbrio de vida. Hoje posso ficar perto dos meus pais e dos meus pets (dois porquinhos da índia e um cachorro), além de poder organizar meus compromissos da vida pessoal e do trabalho da melhor forma possível, por conta do horário flexível. Amo trabalhar aqui e hoje faço parte do quadro de funcionários efetivos da empresa, pois recentemente fui efetivada!


E essa é minha vida! Espero que tenham gostado da leitura e até a próxima pessoal!

Abraços <3




>> Quer fazer parte do time?

Confira as vagas disponíveis, siga nosso Instagram de carreiras e junte-se à nós!


190 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page