top of page
  • Foto do escritorKayan Santos

Paternidade: sobre o amor e os desafios desta incrível jornada!

Na semana do Dia dos Pais, Kayan Santos, Analista de Desenvolvimento, compartilha conosco sua experiência com a paternidade, os desafios e as paixões - do início da gravidez até hoje - na criação de sua primeira filha, e fala como foi passar por esse momento tão importante de sua vida fazendo parte da BDC. Boa leitura!



--------------------------------



Oi pessoal, sou Kayan, tenho 21 anos e trabalho na Big há pouco mais de um ano. Atualmente, curso Análise e Desenvolvimento de Sistemas na UFPR em Curitiba - meu pesar para quem é daqui do Sul e está tendo que lidar com o frio também, estamos juntos nessa rsrs. Minha carreira na área de TI começou quando eu tinha 16 anos e entrei no curso técnico em Desenvolvimento de Sistemas. Quando estava prestes a finalizar o curso, surgiu a oportunidade de trabalhar em uma startup que estava desenvolvendo um sistema para uma rede de farmácias aqui do sul do país.


4 anos depois, cá estou eu, trabalhando como Desenvolvedor na equipe de Engenharia de Dados na BDC, onde fazemos desde o tratamento dos dados que foram capturados até a carga na base, esse processo é conhecido como ETL (extrair, transformar e carregar). Esse tratamento garante a qualidade dos dados entregues. Como são inferências, nosso objetivo é melhorar o processo para deixar essas informações mais assertivas e legíveis para o usuário, e é nisso que trabalhamos todos os dias.


Agora que vocês já conhecem um pouquinho do Kayan profissional, deixa eu apresentar meu lado pessoal, começando pela minha herdeira Iara - cá entre nós, a mais linda do mundo <3


Quando eu descobri que seria pai foi um misto de felicidade com algo que não consigo explicar (medo de errar, talvez?), pois sabemos que educar uma criança não é nada fácil. Demorou até a cair a ficha do que realmente estava acontecendo na minha vida, e realmente só entendi quando ouvi os batimentos cardíacos no primeiro ultrassom. Naquele momento ainda não sabíamos se era uma menina ou um menino e estávamos ansiosos para descobrir, mas só de ouvir o pequeno coraçãozinho que se formava já foi mais que suficiente para sair daquela sala com outro olhar para a gestação.


Sem dúvidas, aquele era um momento em que eu precisava estar muito presente na vida da minha família e, por aqui na Big operamos por entregas, não por horas trabalhadas, isso me ajudou muito a conciliar minha vida pessoal e profissional. Tínhamos consultas mensais com o obstetra para acompanhar a evolução da gestação, sem contar os inúmeros exames realizados também no decorrer daquele período. Nos dias em que eu precisava me ausentar, deixava o meu time ciente e partia para meus compromissos como pai, simples assim.


Outro ponto que me ajudou - e muito - a equilibrar meu papel como pai, marido e profissional é o fato da BDC ser uma empresa remote first. Com o tempo, a barriga da minha esposa foi crescendo e tarefas antes simples e corriqueiras se tornaram desconfortáveis e mais difíceis para ela. Por estar trabalhando de casa, pude auxiliar em tarefas do dia a dia dela que seriam muito mais exaustivas caso eu precisasse trabalhar fora.


Todos temos deveres fora do trabalho, temos outras preocupações, vida pessoal, faculdade, família, amigos, academia, estudos e etc. Se você se dedica somente ao trabalho e deixa sua saúde física/mental de lado, um dia essa corda vai arrebentar, e com uma saúde descuidada o seu rendimento tende a cair a médio/longo prazo. Manter o equilíbrio entre vida no trabalho e fora dele, principalmente no home office, é extremamente importante, não é à toa que os casos de Síndrome de Burnout vem aumentando.


Com a chegada da minha filha, entrei de licença paternidade e fiquei 30 dias fora das atividades. Admito, o primeiro mês é uma montanha-russa e ficar fora do trabalho durante esse tempo permitiu momentos únicos ao lado da minha família. Pude dar o primeiro banho na minha filha após voltar da maternidade, fazer massagem para aliviar as cólicas que eram frequentes no começo, auxiliar minha esposa no pós-parto e mais uma série de coisas que faltariam linhas para escrever aqui. Mesmo após o fim da licença, não faltou apoio por parte da empresa e de meus colegas de trabalho. Os benefícios de suporte à paternidade e a cultura e valores da empresa fazem você se sentir valorizado e comprometido com o trabalho, isso influencia diretamente na nossa motivação e produtividade.


Além disso, os mimos também foram bem recebidos por aqui. A BDC mandou um kit com itens "Papai e Bebê", foi uma surpresa quando recebemos aqui em casa. No primeiro momento até achei que era um presente da minha mãe, mas após ver a carta que foi enviada junto percebi que era da Big. Nesse kit veio uma mochila - LINDA, TA?! -, óleo de massagem, creme para corpo, colônia, lenço umedecido, sabonete... eu e minha esposa amamos muito e usamos tudo! Deixo aqui meu muitíssimo obrigado pelo carinho e cuidado da empresa.


Ser pai é gratificante, poder acompanhar de perto a gravidez, o nascimento, e agora o crescimento da minha filha, sem dúvidas é algo que me marcou muito. Sempre lembrarei com carinho da BDC por essa sensibilidade e humanização durante este período. Tenho muito orgulho de fazer parte de uma empresa que vem crescendo cada dia mais, e mesmo assim não perde o seu cuidado com as pessoas colaboradoras, e que continua buscando sempre oferecer um ambiente leve e justo para todos que trabalham aqui.


Para finalizar, aqui vão algumas dicas do papai para quem ainda não se tornou pai: são 9 meses de gravidez, nesse período o corpo da mulher é uma montanha-russa de hormônios. Usem pouco perfume (ou nada) durante a gestação - no meu caso tive que trocar até o creme de pentear cabelo porque minha mulher ficava enjoada só de sentir o cheiro hehe -, deem atenção aos desejos e vontades que podem aparecer repentinamente e, o mais importante de tudo, fiquem sempre próximos e sejam compreensíveis, se está sendo um momento extremamente novo para você, imagine para a mamãe que está carregando um novo ser.


É isso, espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre como foi minha experiência – única, linda e cheia de desafios – de ter minha primeira filha. Obrigado a todos que estiveram presentes e nos deram forças e um Feliz dia dos Pais!




>> Quer fazer parte do time?

Confira as vagas disponíveis, siga nosso Instagram de carreiras e junte-se à nós!


46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page